Guilherme Sampaio defende autorização para o porte de arma - Foto: Genilson de Lima

O vereador Guilherme Sampaio (PT) parabenizou os guardas municipais pelo serviço prestado ao Município e disse estar presente à discussão pelo respeito que tem pela categoria. Ele participou da audiência pública que debateu o porte de arma pela Guarda Municipal em Fortaleza.

O parlamentar deixou claro ser a favor do porte de arma pela Guarda e justifica sua posição, colocando que a população aceita funcionários de empresas privadas portarem armas para fazerem a segurança, então o discurso não seria diferente para o setor público. “A responsabilidade dos gestores é grande na tomada de decisão, mas isso não impede o debate. Os guardas municipais, para cumprirem seu papel, estão colocando sua vida em risco”, ressaltou o vereador.

A mesma opinião possui o vereador Plácido Filho (PDT), que defendeu o uso de armas pela Guarda Municipal. O vereador disse que é necessário o armamento e que os guardas vão ter muito mais cuidado antes de puxar uma arma. “O GM que anda com uma taser às vezes nem pensa antes de usar, mas se for uma arma ele vai pensar duas vezes antes”, disse Plácido.

Já os vereadores João Alfredo (PSOL) e Adelmo Martins (PR) foram contra o armamento da Guarda Municipal. Adelmo disse que é importante resguardar a vida do guarda, mas que o uso da arma pode ser mais perigoso. João Alfredo também defendeu o desarmamento e afirmou que a função da Guarda Municipal está distorcida. “A Guarda Municipal está sendo utilizada como policiamento, ao longo dessa gestão ela tem se militarizado”, ressaltou.

Fonte: CMFOR.CE

Related posts:

  1. Plácido Filho comenta sobre o uso de arma de fogo por guardas municipais
  2. Plácido repercute pesquisa de opinião realizada com vereadores da CMFor
  3. Serviluz cobra as mil vagas prometidas pela prefeita